Buscar
  • Rodynele Mota

Conheça de Perto os Segredos dos Líderes e Descubra Como Alcançar o mais Alto Nível em Liderança

Atualizado: Ago 15


Olá! Eu outra vez, Rodynele Mota, e dessa vez trago algo ainda mais importante para a sua carreira profissional, principalmente como Líder.


Quer alcançar maiores resultados? Alcançar objetivos pessoais? Ter uma vida mais agradável em família? 


Vem comigo…


Você já parou para pensar em que Nível da Liderança você está?


Já ouviu falar sobre isso? 


Vou te ajudar a entender como aumentar os seus resultados em Liderança e alcançar o “Pináculo”… O ponto mais alto em sua Liderança!


Entendemos que existem basicamente 5 níveis de Liderança. Iremos falar sobre eles, e o que você deve fazer em cada um desses níveis para que você possa crescer e avançar na sua carreira.


Vou tentar enxugar ao máximo, para ficar o mais simples possível, até porque trataremos disso em nossas Lives, nos Treinamentos e etc.  


À medida que você vai crescendo como Líder – seja aonde for que você exerça Liderança – vai passando por níveis, e o Líder bem sucedido sabe perceber o atual Nível de sua Liderança. 


Quando não temos esse entendimento, acabamos estagnados e não prosperamos em nossas carreiras. 


Já passei, continuo passando, e provavelmente ainda passarei novamente por todos os níveis.


Mas, vamos agora direto ao ponto! 


1 Nível. Posição


Ser escolhido para um cargo é apenas o primeiro dos cinco níveis que um Líder é capaz de alcançar. 


Esse é o Nível básico da Liderança, pois é aquele conferido pelo Título. Nesta fase as pessoas te seguem porque são obrigados. 


Supomos que agora você é um Líder de uma equipe, setor, enfim, acabou de assumir a Liderança de um grupo.


A única influência que você têm é a que lhe é conferida pelo título. Nesse primeiro Nível as pessoas se submetem a você apenas por causa do título ou do cargo que ocupa.


Alguns Líderes se posicionam nesse Nível apelando para direitos, protocolos, tradição e títulos. E é muito comum nesse Nível confundirem Liderança com Chefia.


Entenda, nesse Nível você apenas tem o cargo. Se você pensar que já “é dono do pedaço” (e em Nível nenhum deve pensar assim), estará fadado ao fracasso. 


Mas você pode pensar: Eu já tenho experiência e resultados conquistados em outras equipes ou empresas, e etc.


Certo! Parabéns pelos resultados conquistados! 


Essa experiência e esses resultados são verdadeiramente importantes, mas nesse Nível, “segura as pontas”.


Olha só, até já conhecerem um pouco do seu trabalho e resultados, mas se você não entender que, por enquanto, só tem a Posição, não sobe de Nível. 


Acredite! Já passei por isso…


Se você achar que pelo simples fato de estar no cargo, as pessoas já precisam estar disponíveis para você, infelizmente não subirá de Nível.


Vivo repetindo: “A DISPONIBILIDADE DOS OUTROS VOCÊ NÃO IMPÕE, VOCÊ CONQUISTA”


Às vezes, quando estamos a frente de um grupo, acreditamos que as pessoas precisam estar disponíveis para nós, mas, é completamente o oposto, pois, primeiramente, você como Líder é que precisa estar disponível para as pessoas.


Aí, naturalmente as pessoas vão se engajando e ficando mais disponíveis! 


Então, o que fazer nesse Nível?


Você pode começar fazendo com que as pessoas te aceitem primeiro como Líder, antes de aceitar suas ideias e projetos.


Claro que esse primeiro Nível pode e deve ser também a fase de propor ideias, dar sugestões, trazer sonhos para o grupo. 


Porém, também já é o momento de ir construindo relacionamentos, fazendo as pessoas entenderem que você chegou para somar. 


Não chegue “invadindo” o espaço delas. Você é o Líder? Sim! “Mas chegou agora.”


2º Nível – Permissão


Liderança, entre outras definições, é fazer as pessoas cooperarem com você quando não são obrigados, mas isso só acontece se o Líder avançar para o Nível de influência, quando não importa mais o título.


Agora os Liderados perceberam que o Líder se importa com a empresa,  projetos, propósito, mas principalmente, importa-se com elas. 


Que de fato você coloca o coração no que faz. Toda verdadeira Liderança começa no coração. 


Seus Liderados só colocarão o coração em algo quando virem você, Líder, colocando primeiro o seu.


Esse segundo Nível de Liderança só acontece quando você começar a se relacionar com os seus liderados, buscando transformá-los em um time.


“As pessoas não se importam necessariamente com o quanto você conhece sobre a empresa, processos, entre outras coisas. Mas, sim, o quanto se importa com elas”

Não adianta querer realizar algo sem antes ter a permissão de seus Liderados.


Talvez você se pergunte: Permissão? Como Líder preciso de permissão? 


Já falei sobre isso mais acima, no Nível 1… Sim! Se quiser construir resultados sólidos, você precisa da permissão dos liderados! 


O que fazer nesse Nível?


Quantas vezes você como Líder já perguntou a um liderado seu como está a família dele?


Como está a vida dele?


Quantas vezes você já tentou fazer uma conexão dos objetivos pessoais dele com os objetivos do negócio?


Ganhe o coração deles! 


Demonstre confiança em seus Liderados.  Inclua a todos nas reuniões, nos eventos, nos projetos, no propósito da empresa. 


E quando digo todos, são todos! Não deixe ninguém de fora! 


Tenha paciência e, na medida do possível, ajude-os em suas lutas, veja em seus olhos as circunstâncias que estão passando, coloque-os como prioridade.


Preciso deixar bem claro que “ser bonzinho” não traz resultados, nem para você, nem para a sua equipe. 


Para construir relacionamentos de forma sólida não precisa ser o “Líder Bobinho”, pois eu fui durante um tempo e não conseguia subir de Nível. 


Respeito sempre! “Deixar correr frouxo, passando a mão na cabeça, jamais”


3º Nível – Gerar Resultados


Agora que você já tem o coração de seus Liderados, tá na hora de começar a produzir Resultados.


Um Líder inspira, motiva, planeja, engaja, entre outras coisas. Mas, também precisa Gerar Resultados!


No Nível de Gerar Resultados as pessoas se agrupam para atingir um alvo, uma meta.

 

Uma vez que os relacionamentos sejam estabelecidos no Nível de permissão, as pessoas agora se dispõe a cooperar com você neste novo momento, de começar a produzir algo.


O que fazer nesse Nível?


Comece a desafiar o seu time para conquistas!


Claro que estaremos sempre em busca das metas da empresa, e das nossas metas pessoais, mas neste momento comece a engajar ainda mais a sua equipe, fazendo-os ter PAIXÃO em atingir Grandes Resultados.


É a hora do Time começar a entender com mais intensidade que a vida não é só ter o suficiente para pagar as contas, ou que eles só precisam cumprir o “engessado” horário de trabalho e aguardar o salário no final do mês.


“Um Time apaixonado por conquistas, é um Time que alcançará objetivos”


Planejar estratégias, envolver, engajar, comunicar e reforçar o Propósito do Negócio, enfim… “Transforme a sua equipe em um TIME!”


4º Nível – Desenvolver Pessoas


Existe colaboradores perfeitinhos? Pessoas sem defeitos? Claro que não!


Após passar pelo 3º Nível, é hora de alcançar um novo Nível, que é de investir na formação de novos Líderes.  


Neste Nível, você começa a inspirar seus Liderados de forma mais, digamos… positivamente impactante.


Aquele negócio de Líder é o que tem seguidores faz sentido até certo ponto. O Líder eficaz não apenas tem seguidores, mas também desenvolve outros Líderes! 





Uma das principais responsabilidades de um Líder é desenvolver pessoas. Um grande Líder multiplica e gera outros Líderes.


O que fazer nesse Nível?


Precisamos ser o exemplo que tanto falamos. Vez ou outra nós repetimos: Temos que ser exemplo! 


Mas, no dia a dia, será que estamos sendo mesmo esse exemplo? 


“Faça o que eu digo, mas não faça o que faço”, não funciona! OS EXEMPLOS GRITAM!


Talvez você possa criar um projeto, tipo: “Líderes-em-treinamento”.  E concentre-se nisso!


Dê oportunidade para eles crescerem e aprenderem juntos com você. Desafie-os! 


Se pegarmos o Modelo de Aprendizagem 70:20:10 idealizado por Morgan McCall, entendemos que os desafios ensinam mais que tudo.


Veja só:


70% — Aprendizagem a partir de experiências próprias, que são provenientes de suas vivências ao longo da vida;


20% — Aprendizado com os outros. Questionando pessoas, que pode ser o seu chefe imediato. Recebendo Feedbacks. Observação de outros profissionais da área como modelos ou inspirações, etc.


10% — Aprendizado a partir de cursos, pesquisas, estudos. Ao contrário do que muitos imaginam, muito pouco do aprendizado deve vir de cursos. A vivência é sempre a mais importante, mas não se pode, também, deixar a educação formal de lado. Alguns exemplos desse tipo de aprendizado são: workshops, palestras, cursos de extensão e especialização, congressos, seminários, etc.


Os caras pesquisaram a fundo, então, quem sou eu para questionar. 


E, particularmente, independente do meu questionamento, acredito demais nessa teoria! Minha vida se encaixa perfeitamente nesse contexto. 


Enfim, desenvolver pessoas e principalmente novos Líderes, tem que fazer parte da sua vida, se você espera alcançar o Nível 5. 


E, não sei se esse é o seu caso, e espero que não, mas alguns profissionais têm medo de desenvolver outros, com receio de perder o lugar. 


Aí complica demais! Dica: Se você pensa assim, Muda isso a partir de já! 

5º Nível – Pináculo


O que é Pináculo? 


Resumindo, podemos dizer que é parte mais elevada de um edifício, de uma montanha, etc. 


O Líder nesse Nível já passou pelos os outros 4.


Já tem o reconhecimento e respeito do Time! Já inspira outros Líderes. 


As pessoas vão te seguir pelo o que você é! De olhos fechados!


Certa vez, um amigo próximo, profissional da área de Palestras e Treinamentos também, me falou que alcançou um Nível tão alto, e garantiu: 


“Se eu pulasse de um edifício de 30 andares, meu time pularia junto”


Claro que foi força de expressão! O que ele quis dizer é que “a galera” estava com ele para o que der e vier… Ele tinha alcançado o Pináculo! 


É importante deixar claro que depois de alcançar esse 5º Nível, você pode voltar ao 1º, que é o Nível da Posição. Se ficou na dúvida quanto a isso, leia o Nível de Posição outra vez. 


Quero frisar também que essa estrutura dos Níveis não serve só para Liderança em empresas, mas também para a sua casa, sua igreja, etc. 


Agora te deixo algumas sugestões e dicas:

  • Analise em qual desses níveis você está;

  • Saiba o que este Nível exige de você, quais as qualificações, as ações que você deve ter para poder passar ao próximo Nível;

  • Quanto mais alto você sobe, maior o grau de compromisso;

  • Quanto mais alto você sobe, mais prazeroso fica Liderar;

  • Nem sempre você estará no mesmo Nível com todas as pessoas do seu Time, reconheça isso, e evitará colocar expectativas erradas nas pessoas:

Com alguns você está no Nível de Posição, eles se submetem por causa do seu títulos; Com outros você já está no Nível da Permissão, ou seja, eles já entendem que você está com eles, por isso estão mais abertos para você; Outros no mesmo grupo, já estão no Nível da Gerar Resultados, com esses você já pode contar para buscar os alvos desejados; No Nível de Desenvolver Pessoas, as pessoas já desejam ser treinadas por você para fazer o que você está fazendo, e muito mais; No último Nível você têm o reconhecimento e inspira as pessoas.

Liderar não é só assumir um cargo, sentar numa mesa e sair mandando em todo mundo… Já pensei assim!


Agora penso de outra forma… Penso exatamente como “mandam” os 5 Níveis, pois vivo tudo isso. 


Espero que tenha ficado claro para você. Mas, vamos nos aprofundar nas Lives, nos Treinamentos e Etc. 


Quer alcançar mais objetivos profissionais e pessoais? 


Conta comigo e com o Time ICDT! Vamos juntos!


Fez sentido para você esse artigo? Quer saber mais? Acesse nesse link: https://linktr.ee/icdtoficial


Abração e Lembre-se Sempre: “Se Deseja Algo Intensamente, Esgote as Possibilidades”


Rodynele Mota Diretor do ICDT

6 visualizações

Formulário de Inscrição

(85) 32317796

(85) 98636.6199

Avenida Imperador, 852 - sala 002 - Centro, Fortaleza - CE / 60015-050 - Brasil

  • Instagram
  • Facebook

©2020 Desenvolvido por Incrível Site - Sites Estratégicos, Focados em Resultados.